Guarda-chuva

Nunca me achei uma pessoa adepta à guarda-chuvas. Constatei minha teoria quando morei na Inglaterra. Lá guarda-chuva é coisa séria. As pessoas lidam com esse apetrecho com assaz destreza que parecem seguir uma série de regras de etiqueta com a sombrinha na mão. Movem para cima, para o lado, se abaixam…fazem manobras incríveis para não esbarrar no guarda-chuva vizinho sem se molharem, tudo isso com … Continuar lendo Guarda-chuva

Notas de uma viajante – parte 4

As vezes parece que ouço todas as línguas do mundo dentro de um único vagão. Sempre tive a curiosidade de saber como o português brasileiro soaria à meus ouvidos se não fosse minha madre língua. Já que isso não é possível, acabo descobrindo pelas outra pessoas. Tirando o fato de que temos uma diversidade de sotaques – e nunca entenderei porque insistem que catarinenses falam … Continuar lendo Notas de uma viajante – parte 4

Notas de uma viajante – parte 3

Na Bulgária existe a expressão “dois minutos de atraso podem salvar sua vida”, devido a história do Czar Boris III ter chego atrasado no funeral na igreja Nedelya, em Sofia. Seus dois minutos de atraso o pouparam de ser vítima da explosão à igreja, em 1925. Por isso, é comum as pessoas chegarem um pouquinho atrasadas nos compromissos. Após o atentado a igreja ortodoxa foi … Continuar lendo Notas de uma viajante – parte 3

Notas de uma viajante – parte 2

Caso a memória falhe ou o diário se perca, aqui está mais um apanhado de notas sobre o que aprendi com minhas experiências de viagens: Para pegar o ônibus em Dublin é melhor ter a quantidade exata do valor da passagem, pois eles não dão troco. Aliás, todo ônibus tem wifi e funciona muito bem. * Gatos habitam cenários mundo afora. Em Israel, eles estão por … Continuar lendo Notas de uma viajante – parte 2