Sofá.

Cheguei na casa do Bugra e logo me deparei com a bagunça. Comida, cigarros e bebidas espalhados pela casa, sofá quebrado e colchões no chão. Olhei pro meu amigo, que me olhou de volta com cara de “acho que entramos numa roubada”. Couchsurfing tem dessas coisas. Diferente de ficar na casa de um amigo ou conhecido, onde já se tem certa intimidade, ficar na casa … Continuar lendo Sofá.

Dos diferentes pratos.

Sou péssima na cozinha, mas todas as vezes que moro fora ganho 3kg. É regra! Nem mais, nem menos. Estou começando a desconfiar que a culpa é da gravidade, pois piso em terras tupiniquins e os 3kg somem rapidinho. Enfim, não ser uma boa cozinheira faz você passar vergonha quando tem que cozinhar um prato típico do seu país para os amigos. Então eu sempre … Continuar lendo Dos diferentes pratos.

Das surpresas no roteiro.

Hoje saindo para comprar umas frutas, dei de cara com um grupo de pessoas vestidas com túnicas brancas e alguns detalhes em preto, vermelho e verde (cores da bandeira do Quênia) andando no meio da rua e cantando, enquanto um homem carregava uma bandeira com escritos que, infelizmente, não me lembro agora. Estava sem o celular para registrar o momento mas se tratava de um … Continuar lendo Das surpresas no roteiro.

Das minhas várias famílias.

Toc Toc. – Niki? Niki?? É a voz do Jacob. Abro a porta e, junto com ele, entram o resto da trupe. São nove da noite e eles vieram aqui ver como eu estava. Passei o dia meio mal de saúde (nada grave), então voltei pra casa bem mais cedo que o normal. – Como você está? Está melhor? Sim, estou melhorando. Sabendo disso eles … Continuar lendo Das minhas várias famílias.